TV Digital: padrão pode ser definido pelo governo na próxima sexta

Entidades da sociedade civil entregaram à ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, um pedido para que seja adiada a decisão do padrão de TV digital a ser utilizado no Brasil. A reunião com a ministra aconteceu nesta quarta, 8/3, mesmo dia em que o jornal "Folha de S. Paulo" noticiou o fato de que o presidente Lula já teria escolhido o padrão japonês como modelo para o país.

Dilma Roussef não confirmou as informações da ?Folha?, mas afirmou que na próxima sexta será anunciada a política industrial da implementação da TV digital. Isso inclui a fabricação dos semicondutores, que ficaria a cargo dos japoneses.

Para os movimentos sociais, a pressa do governo em definir o modelo de TV digital pode acabar com a possibilidade de multiplicar o número de canais de televisão e promover a inclusão digital da população.

Fontes do mercado dizem que o governo está atropelando o processo para atender o desejo das grandes emissoras, que em troca da escolha do padrão japonês fariam ampla cobertura da campanha eleitoral de Lula.

Se o modelo já foi mesmo definido, o governo ignorou a exigência da sociedade de que a escolha fosse adiada para a realização de um amplo debate com a população, a favor de uma TV digital que tenha compromisso com o interesse público.

Por outro lado, mesmo que o padrão já tenha sido definido pelo governo, a regulamentação de como ele será implementado também é importante. Portanto, a luta por uma TV digital que atenda às necessidades da população deve continuar.

http://www.midiaindependente.org/pt/green/2006/03/347424.shtml