Daniel Castro fala sobre TV Digital

Transcrição do bate papo com Daniel Castro, colunista da Folha de S.Paulo, sobre TV Digital.

(05:05:53) Daniel Castro: Olá a todos...

(05:06:08) FabricioAguirre fala para Daniel Castro: Daniel, é certo descartar a tecnologia americana de cara, como fez o governo ?

(05:07:02) Daniel Castro: FABRICIO - Em termos. Porque a tecnologia americana ainda não serve ao Brasil. Funciona bem no cabo, mas não em sistema de transmissão terrestre como o nosso.

(05:07:12) mudeiro entra na sala...

(05:07:16) Leandro Neves entra na sala...

(05:07:26) CRIDE entra na sala...

(05:07:32) Ovidio entra na sala...

(05:07:38) claudio fala para Daniel Castro: Eu gostaria de saber se terei que pagar para ver a tv digital

(05:07:38) CRIDE sai da sala...

(05:07:51) jaf entra na sala...

(05:07:51) MODERADOR (reservadamente) fala para mudeiro: Sua mensagem foi enviada para o moderador UOL. Caso seja selecionada será publicada sobre um fundo amarelo. Obrigado.

(05:08:00) Leandro Neves sai da sala...

(05:08:30) jaf sai da sala...

(05:08:48) Daniel Castro: Claudio - Não. A TV digital terrestre aberta terá de ser gratuita. Mas é possível distribuir conteúdos pagos, como video on demand, via TV digital aberta. Mas a Globo, o SBT, a Band, a Record, vc continuará vendo sem pagar.

(05:08:54) Inacio fala para Daniel Castro: quando chega ao brasil?

(05:09:33) MODERADOR (reservadamente) fala para mudeiro: Sua mensagem foi enviada para o moderador UOL. Caso seja selecionada será publicada sobre um fundo amarelo. Obrigado.

(05:10:13) Daniel Castro: Inácio - Deve chegar mesmo pra valer em 2007, se o governo não adiar muito a decisão de qual será a tecnologia de modulação. Após a decisão do governo, as redes levam pelo menos seis meses para começar a transmitir em SP. Mas a indústria fabricante de televisores precisará de um pouco mais de tempo, um ano talvez.

(05:10:31) Júnior fala para Daniel Castro: todos teremos que trocar nossas Tv's antigas ????

(05:11:38) Daniel Castro: Júnior - Depende de quanto antiga é sua TV. Mas um televisor de tela plana já está apto a receber tv digital desde que vc compre uma caixa decodificadora do sinal digital. claro que a imagem de uma tela plana ainda não será em alta definição, mas já poderá ser melhor do que a que recebe hoje.

(05:11:56) keeper fala para Daniel Castro: com tanta briga... não seria melhor adotar o modelo de operador de rede com o sistema ISDB?

(05:12:49) MODERADOR (reservadamente) fala para mudeiro: Sua mensagem foi enviada para o moderador UOL. Caso seja selecionada será publicada sobre um fundo amarelo. Obrigado.

(05:12:55) Daniel Castro: Keeper - Mas a briga maior é por causa do operador de rede. As redes de tevê abertas têm pavor do operador de rede. Elas terão que pagar pra essa empresa, uma telecom, para que ele transmita seu sinal.

(05:13:18) mudeiro fala para Daniel Castro: Daniel, sabe um pouco sobre oque você tem ouvido a respeito do SBTVD

(05:13:19) Relisa sai da sala...

(05:13:51) Edgar sai da sala...

(05:15:02) Daniel Castro: Mudeiro - O governo gastou cerca de 50 milhões de reais com 20 consórcios que trabalharam sobre tv digial. houve bons resultados no deselvolvimento de middleware (o windows da tv digital). E a PUC-RS diz que desenvolveu um modulador, que o coração do sistema, custa bilhões...

(05:15:08) Tampa fala para Daniel Castro: Daniel, vc não acha que estamos perdendo uma oportunidade ao impedir a entrada das teles na TV digital?

(05:16:59) Daniel Castro: Tampa - Talvez. O ideal seria que as teles entrassem um pouco mais tarde e que não tirassem espectro das redes abertas para que elas possam transmitir em HDTV de 1080 linhas. Mas não sei o quê as teles poderiam nos vender de interessante. Por exemplo, atualmente elas não conseguiriam nos vender episódios de Lost antes de passar no AXN...

(05:16:59) eric_risso sai da sala...

(05:17:33) MODERADOR (reservadamente) fala para mudeiro: Sua mensagem foi enviada para o moderador UOL. Caso seja selecionada será publicada sobre um fundo amarelo. Obrigado.

(05:17:45) isa fala para Daniel Castro:Daniel Castro: e a sociedade? Não é em nome dela que são feitas as concessões de comunicação? Por que o governo só leva em conta os interesses das grandes redes?

(05:19:39) Daniel Castro: Isa - O governo leva em consideração as grandes redes porque elas têm poder político. E porque são empresas estabelecidas, geram milhares de empregos, não podem ser eliminadas da noite para o dia. E é preciso ter em mente também que os independentes, comunitários e públicos têm de oferecer conteúdo que as pessoas queiram ver.

(05:19:39) Bhering pergunta para Daniel Castro: Qual a vantagem da TV Digital?

(05:21:59) Daniel Castro: Bhering - as vantagens principais são uma qualidade de imagem até superior à do DVD e som de home theater. Mas não é só isso. a tv digital oferece um mundo novo. Permite que o espectro de UHF e VHF se transforme num universo que pode trafegar internet, interatividade, telefonia, e-gov...

(05:22:05) CRIDE fala para Daniel Castro: Qual será o espectro utilizado? Já há uma definição do tipo de polarização(horizontal, circlular)?

(05:22:49) Daniel Castro: Cride - o espectro irá do canal 8 até o 60. nada definido sobre polarização.

(05:22:55) Gustavo_Gindre fala para Daniel Castro: Cheguei agora e peguei a conversa no meio. Mas, qual legislação permite VOD na radiodifusão?

(05:23:01) MODERADOR (reservadamente) fala para mudeiro: Sua mensagem foi enviada para o moderador UOL. Caso seja selecionada será publicada sobre um fundo amarelo. Obrigado.

(05:23:49) Daniel Castro: Gustavo Gindre - não há regulamentação para VOD em radiodifusão (Tv aberta). Teria que haver mudança na legislação.

(05:23:49) MAMUTE fala para Daniel Castro: Ouvi que vai ter um tipo de adaptador para transformar televisões normais em digitais. É verdade? Vai custar muito caro?

(05:24:01) mulher sai da sala...

(05:24:37) Daniel Castro: Mamute - É verdade. Esse adaptador chama-se set top box, ou simplesmente caixa decodificadora. Deve custar no mínimo R$ 100, promete o Ministério das Comunicações.

(05:24:37) MODERADOR (reservadamente) fala para mudeiro: Sua mensagem foi enviada para o moderador UOL. Caso seja selecionada será publicada sobre um fundo amarelo. Obrigado.

(05:24:49) FabricioAguirre fala para Daniel Castro: A criação de um padrão nacional ainda está em pauta ?

(05:25:28) Daniel Castro: Fabricio - um padrão nacional não está na pauta deste governo nem das tevês nem das teles. Está mais na pauta dos cientistas e das ONGs.

(05:25:35) mudeiro fala para Daniel Castro:Daniel, com o novo sistema, a utilização de banda utilizada por cada canal poderia ser otimizada, de forma que hoje onde passa 1 canal, no sistema digital caberiam 4 canais. Será que com isso poderia ser criada uma lei para comunicação livre ou comunitário, livre do modelo que trata a comunicação como mercadoria?

(05:26:27) MODERADOR (reservadamente) fala para mudeiro: Sua mensagem foi enviada para o moderador UOL. Caso seja selecionada será publicada sobre um fundo amarelo. Obrigado.

(05:27:33) Daniel Castro: Mudeiro - A TV digital, com o avanço das tecnologias de compressão de sinal, poderá oferecer muito mais do que quatro canais no espaço (6 MHz) que hoje só cabe um. E eu acho que há espaço pra todo mundo, para as redes que estão aí, para quem quer entrar e para gente que não quer fazer televisão como mercadoria. É só uma questão de vontade política. A tecnologia permite, sim.

(05:27:39) mudeiro fala para Daniel Castro:Para pessoas comuns, que queiram transmitir seu próprio canal de TV, o custo de um transmissor de baixa potencia no sistema digital será mais caro ou não, doque os transmissores VHF que temos hoje?

(05:28:27) Daniel Castro: Mudeiro - Não sei te responder sobre custos de transmissores, mas pra transmitir em TV digital vc terá que ter uma concessão do governo. senão será pirata.

(05:28:40) Monitor fala para Daniel Castro:Caro Daniel, temos visto em diversas mídias discussões sobre o padrão tecnolõgico de TV DIGITAL a ser adotado. Não deveria estar sendo discutido o modelo de negócios em primeiro lugar, para depois se verificar o padrão que melhor atende às necessidades do modelo de negócios que melhor atenda às necessidades do país?

(05:29:48) Daniel Castro: Monitor - Com certeza a primeira discussão, e mais importante, é a do modelo de exploração do sistema, ou modelo de negócios. Mas discutir isso não interessa às redes porque pra elas não interessa que as pessoas saibam que a tv digital permite mudar tudo o que está aí.

(05:30:06) manoel fala para Daniel Castro: quem recebe sinal por antena parabólica terá que trocar de antena ou só o receptor, a mudança será de imediato?

(05:32:15) Daniel Castro: Manoel - quem tem antena parabólica ficará de fora da tv digital. O que está sendo discutido é a tv digital terrestre. e parabólica é tv via satélite. Já existe sinal digital na parabólica, mas não é a mesma coisa que promete a terrestre (não há alta deinição nem interatividade). E pra parabólica digital pegar pra valer a Globo tem que aderir à parabólica digital. Mas a globo só fará isso depois que implantar a tv digital terrestre. Acredita-se que a tv digital terrestre cooptará boa parte dos donos de parabólicas, principalmente os das cidadades.

(05:32:21) Ovidio pergunta para Daniel Castro: Daniel quais as vantagens e desvantagens da TV Digital para as emissoras de TV?

(05:33:55) Daniel Castro: Ovidio - São muitas as vantagens, como a melhora do som e da imagem. As desvantagens são a curto prazo o maior custo de produção, os custos de implantação, o não agregamento de mais publicidade, e, principalmente, os riscos que a nova tecnologia e o modelo de exploração podem trazer, como novos competidores.

(05:34:12) MODERADOR (reservadamente) fala para mudeiro: Sua mensagem foi enviada para o moderador UOL. Caso seja selecionada será publicada sobre um fundo amarelo. Obrigado.

(05:34:12) UFPR pergunta para Daniel Castro:Na implantação de novos canais em TV DIGITAL, um canal não seria obrigato a ter uma grade de programação tão extensa como tem hoje, não é? poderiam investir em ter só alguns bons programas?

(05:36:00) Daniel Castro: UFPR - Não. Na nova tecnologia digital quem tiver uma permissão para usar 6 mhz terá que usar esse latifúndio todo plenamente, ou seja, transmitir em alta definição, para celulares e para definição standard simultaneamente no mesmo canal. Se não conseguir isso, que devolva o que não está usando para que outro possa fazê-lo.

(05:36:00) usmarshall sai da sala...

(05:36:30) G. Torreiro pergunta para Daniel Castro:Caso escolhido o padrão japones, possivelmente virá uma fábrica de semi-condutores para nosso país. Gostaria de saber qual será o benefício dessa nova fábrica para o consumidor final. Não só em relação a preços, mas também em abertura de portas para novas fábricas.

(05:38:27) Daniel Castro: G. Torreiro - Os japoneses ainda não se comprometeram a trazer uma fábrica de semicondutores para o Brasil. nem os os japoneses nem os europeus. é um investimento muito alto, acima deUS$ 2 bilhões. Não boto muita fé nisso, não. Os fabricantes de TV dizem também que não haverá muita vantagem inicial nos preços, que é mais barato importar e montar aqui, como já ocorre.

(05:38:33) PUCK fala para Daniel Castro: Por que o governo demora tanto para definir o padrão da TV digital no Brasil

(05:40:24) Daniel Castro: PUCK - Porque há muitos interesses envolvidos. A pressão do sistema europeu cresceu muito. E o governo está dividido. O Furlan e o Gilberto Gil defendem o europeu. O Hélio Costa (assim como o Palocci, que caiu) é japão desde criancinha.

(05:40:30) milord fala para Daniel Castro:por que as discussoes nao abrangem o conteudo das emissoras ? hoje, no sistema analógico, salta aos olhos a qualidade duvidosa dos programas. teremos os mesmos programas com qualidade digital?

(05:41:38) Daniel Castro: Milord - sim, teremos os mesmíssimos programas, mas em alta definição, som de home theater e interatividade. Um avanço será a criação de mecanismo que permitirá você bloquear determinado tipo de programa, visando proteger crianças.

(05:41:56) Rever TV fala para Daniel Castro:acho que houve um equívoco na sua resposta sobre ter que transmitir em todo o canal de 6 MHz... não é possível devolver parte da frequência... o que pode ser empregado é o transporte de outras programações/emissoras no mesmo canal....

(05:42:45) Daniel Castro: Rever TV - ok, vc está certo. eu apenas defendi um ponto de vista: se não usa tudo, que devolva parte que está sobrando.

(05:43:03) milord fala para Daniel Castro: como ficam as emissoras regionais ? terão como arcar os altos custos de implantacao da tv digital ?

(05:43:09) Daniel Castro: Milord - sim.

(05:43:15) tom fala para Daniel Castro: Daniel, qual a possibilidade de se ter novos canais abertos, novos players (como Globo, SBT, Band, etc) com a TV digital?

(05:44:10) Daniel Castro: Tom - Tecnicamente existem todas as possibilidades, mas as atuais redes vão tentar no mínimo adiar a entrada de novos players para quando elas devolverem os atuais canais analógicos.

(05:44:23) OrlandoJ fala para Daniel Castro:Boa tarde Daniel. Bem, o Brasil não utilizará a tecnologia americana. Isso pode interferir em relações econômicas e até mesmo diplomáticas entre os E.U.A. e o Brasil?

(05:44:26) MODERADOR (reservadamente) fala para mudeiro: Sua mensagem foi enviada para o moderador UOL. Caso seja selecionada será publicada sobre um fundo amarelo. Obrigado.

(05:45:20) Daniel Castro: OrlandoJ - Não creio. Os EUA são grandes produtores de conteúdo, não de televisores. Eles importam televisores. Não acredito que isso afete as relações entre os dois países.

(05:45:57) jhon fala para Daniel Castro: A transmissão de tv aberta para celulares de graça será disponível também ou depende de outros fatores?

(05:46:57) Daniel Castro: Jhon - depende de o governo adotar essa possibibilidade. Tanto os japoneses quanto os europeus dizem que podem fazer isso. Mas as TVs brasileiras dizem que só os japoneses fazem.

(05:47:03) Rever TV fala para Daniel Castro:Quanto ao operador de rede, é verdade que elas vão ter que pagar pela transmissão, mas por outro lado não têm que investir e só ficarão com custos operacionais... não parece mais lógico optar pelo operador de rede? não parece que só querem fechar as portas para qq tele?

(05:47:54) MODERADOR (reservadamente) fala para mudeiro: Sua mensagem foi enviada para o moderador UOL. Caso seja selecionada será publicada sobre um fundo amarelo. Obrigado.

(05:48:24) Daniel Castro: Rever TV - As TVs, principalmente a Globo, têm todo o interesse, e isso é legítimo, em fechar as portas do negócio delas para novos operadores. Elas não precisam agora de HDTV de 1080 linhas, mas fazem questão dela porque assim ocupam todo o espectro.

(05:48:42) mudeiro fala para Daniel Castro:Você acredita que, o quarto poder do Brasil, como considerada pela BBC de Londres, a Rede Globo, poderá perder esse posto para um Brasil em que o Sistemas de TV seja mais humano e democrático, com o sistema de televisão digital?

(05:50:20) Daniel Castro: Mudeiro - Sinceramente, não acredito que a Globo vá perder o que ela tem hoje, a não ser por incompetência (e isso não é o caso da Globo). Primeiro, porque o telespectador brasileiro prefere a Globo. Quem assina tv paga, vê mais a Globo que qualquer outro canal. E sem a Globo o governo dificilmente implantará a tv digital.

(05:50:26) Ken fala para Daniel Castro: Daniel, vale a pena comprar uma tv nova agora? Faz diferença comprar LCD ou Plasma ou CRT?

(05:52:03) Ester B.R. sai da sala...

(05:52:15) Ovidio sai da sala...

(05:52:39) Daniel Castro: Ken - Se vc estiver precisando de uma tv nova, vale a pena sim. Porque as novas tvs já estão preparadas para receber tv digital, desde que vc compre o set top box, mas poucas já estão aptas a receber HDTV de 1080 linhas. LCD e plasma ainda são novidade. o que pesa entre uma ou outra é tamanho da tela e o preço.

(05:52:52) Marcelo Arruda fala para Daniel Castro:no Decreto 4.901 de 2003, que regula o Sistema brasileiro de TV digital, defende objetivos tais como a democratização da informação e o aperfeiçoamento do uso do espectro de radiofreqüências, a inclusão social, o desenvolvimento da indústria nacional e a garantia de um processo de transição que não onere os cidadãos; Como a discussão está se dando neste caminho, Para além do Tecnológico?

(05:54:40) Daniel Castro: Marcelo Arruda - É muito bonito falar em democratização da informação, inclusão social, mas não é isso o que importa a empresas, que buscam antes de mais nada o lucro e as melhores condições de competição. A discussão sobre o padrão tecnológico interessa a quem já está nesse mercado porque oculta outras discussões. E só se tem dado ênfase às disputas entre japoneses e europeus.

(05:54:57) HYRATA fala para Daniel Castro: e o monopólio das trnamissões de futebol? Pode acabar com a tv digital?

(05:55:22) Daniel Castro: Hyrata - Não. O futebol vai continuar na mão de quem pagar para tê-lo.

(05:55:34) Alcindo fala para Daniel Castro: Como está a TV Digital em outros países da America Latina?

(05:56:23) Daniel Castro: Alcindo - Não está. Ainda não existe. O México já fechou com o padrão americano, mas ainda não opera. A Argentina já anunciou adesão aos EUA, mas pode voltar atrás.

(05:56:41) Rever TV fala para Daniel Castro:para transmitir HDTVV em 1080 linhas e em MPEG-4 não é preciso um canal de 6 MHz... acho que isso significa confundir os critérios de análise. O papel das teles não poderia ser só de operador de rede e simplesmente uma operadora de telecom?

(05:57:43) Daniel Castro: Rever TV - poderia.

(05:58:18) Anthony fala para Daniel Castro: qual a diferença de custo de implantação entre o sistema japones e o europeu?

(05:59:19) Daniel Castro: Anthony - Não há grandes diferenças de custos. Fala-se que o japonês custará ao consumidor uns 10% a mais do que o europeu.

(05:59:19) Cigano fala para Daniel Castro: Bia tarde, acabei de chegar. Gostaria de Saber quais os Estados em que já opera a tv digital?

(06:00:00) Daniel Castro: Cigano - EUA, Europa e Japão.

(06:00:37) ricardo entra na sala...

(06:00:43) tvbrasil fala para Daniel Castro:As o. GLOBO detém grande parte das ações da NEC do Brasil, a NEC praticamente instalou todo sistema japones, acha que isso influenciou na escolha do padrão japones?

(06:02:09) Daniel Castro: tvbrasil - a globo não tem mais nada a ver, pelo menos no papel, documentado, com a Nec. Duvido que a Globo prefira o sistema japonês só porque a Nec é a fabricante de transmissores dessa tecnologia. O custo de troca de transmissores para a Globo é merreca.

(06:03:10) Daniel Castro: Valeu pessoal. Obrigado pela audiência, pelas perguntas. Peço desculpas a quem ficou sem resposta. Se fizer questão, mande um email pra mim: dcastro@folhasp.com.br

(06:03:16) Moderador UOL: O Bate-papo UOL agradece a presença de Daniel Castro e a participação de todos os internautas. Até o próximo!

(06:03:29) keeper sai da sala...

(06:04:30) ricardo sai da sala...

(06:04:36) isa sai da sala...

(06:04:48) Daniel Castro: foi legal. percebi uns internautas "escolados", com pegadinhas, mas foi bom.

(06:05:07) Daniel Castro sai da sala...

(06:05:31) ricardo entra na sala...

(06:06:18) Claudio sai da sala...

Bem-vindo ao Bate-papo com Convidados do UOL. Converse agora com Ricardo Bachert sobre novos golpes dos piratas digitais. Para enviar sua pergunta, selecione o nome do convidado no menu de participantes. É o primeiro da lista.

http://www.midiaindependente.org/pt/green/2006/04/350502.shtml