TV DIGITAL - Seminário Internacional

A implantação da TV Digital no Brasil implicará mudanças significativas no sitema de comunicação. O problema é que apenas através das informações divulgadas pela grande mídia não é possível, para grande parte da população, perceber que tipo de mudanças serão essas.

Objetivando um debate mais amplo sobre o assunto, o Conselho de Atos Estudos e Avaliação Tecnológica da Câmara dos Deputados promoveu durante todo o dia o Seminário Internacional da TV DIGITAL. O seminário foi dividido em duas partes:

Manhã:

- Abertura do evento

- Painel I: Objetivos sociais, culturais e educacionais da TV digital

Tarde:

-Painel II: Aspectos econômicos e Tecnológicos da TV digital

- Painel III: Padrões internacionais, contrapartidas e desenvolvimentos nacionais

- Painel IV: Questões regulatórias

Os debates tiveram um foco maior no aspecto tecnológica, até mesmo no primeiro painel, onde estava previsto um enfoque maior na discussão do impacto social da substituição do sistema analógico pelo digital.

Entre outros tópicos, foram discutidos a interatividade, a acessibilidade da nova tecnologia, o desenvolvimento do Sistema Brasileiro de Televisão Digital(SBTV)-que há 2 anos ganha uma grande verba federal para pesquisa, o modelo de exploração a ser adotado, o impacto econômico, a promoção de inclusão social, as mudanças legislativas, os padrões tecnológicos de Tv Digital e a transformação no modelo da radiodifusão.

Quem estava assistindo o seminário, pode participar por meio de perguntas escritas aos expositores de cada painel. Devido ao atraso na programação e também a falta de vontade de alguns componentes da mesa, a maioria das perguntas foram respondidas superficialmente, principalmente questionamentos que envolviam canais comunitários e descentralização dos meios de comunicação.

Paralelamente ao evento, haveria uma exposição temáticas até o dia 18 de maio sobre os padrões internacionais de TV digital- americano, europeu e brasileiro. A amostra ficou impossibilitada durante quase um dia inteiro porque a Anatel teria cortado o sinal da exposição por ordens do Ministério da Comunicação que agumentou não ter dado autorização para realização de testes (??).Por algum motivo o sistema japonês não compareceu a exposição.

Programação detalhada: http://www2.camara.gov.br/internet/eve/tvdigital/programacao.html

Retirado de http://www.midiaindependente.org/pt/green/2006/05/353512.shtml